segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Você é feliz?


Estar bem, em paz e em tranquilidade é sem dúvida uma busca comum a todos. Porém o que não nos damos conta é de que isso não é possível sozinho, sabia?
Você já reparou que não conseguimos ficar completamente à vontade quando próximo de nós há alguém meio tristonho?
Pois é, é sobre isso que eu estava falando.
Sabe por quê? Estamos interconectados, ligados uns aos outros numa grande teia cósmica que faz tudo ficar um só. Um acaba influenciando o outro de uma forma ou de outra. Eita, que coisa complicada, né?
Nem tanto, pense numa grande cidade. Para que ela funcione de maneira harmoniosa não depende de um só, mas de muitos. Aqueles que, pensando na beleza do local, cuidam dos jardins da cidade não vão ficar completamente satisfeitos se os que precisam recolher o lixo não fizerem a sua parte. Perceba, um depende do trabalho do outro para que de maneira geral a cidade fique bonita.
Da mesma forma acontece com nosso bem estar. É difícil ficar bem quando nosso colega do lado não está em um dos seus melhores dias,não é verdade?A gente até que continua com aquele sorriso no rosto, mas certamente é bastante constrangedor saber que do lado tem alguém que não está bem. Não conseguimos ficar bem sozinhos, precisamos dividir, já percebeu isso?
Mas, olha só que legal, numa dessas acabamos influenciando esse nosso colega a rir também e, de repente, todos estamos rindo e não se sabe mais quem começou primeiro.
Não é que o sentimento de um acaba influenciando o outro mesmo? Agora sim dá para ser feliz gostoso.
O que eu quero dizer com tudo isso? Que enquanto todos não estiverem bem não conseguiremos ficar completamente bem também. Sim, é necessário pensar diferente e entender que hoje em dia bem estar não pode ser pensado sozinho, mas sim coletivamente. Nós não estamos sozinhos nesse mundo e nem podemos pensar em sermos felizes assim.
Todos compartilham da mesma água, do mesmo sol, do mesmo mar. Assim também é para todo o resto.